segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Use a inteligência para encontrar a pessoa certa

Resultado de imagem para seja inteligente

"Frases como “você vai ficar pra titia”, “você já está passando da idade” ou “quando você vai casar?” soam muitas vezes como uma bomba para pessoas solteiras. O fato é que, para quem está sozinho, não é nada fácil resistir às pressões e tentações do dia a dia. Mas aqueles que são tementes a Deus e desejam encontrar a pessoa certa para formar uma família devem usar a fé e a inteligência.

Em seu blog, o bispo Renato Cardoso, apresentador do The Love School*, citou cinco atitudes que ele tomaria se fosse solteiro:

1. Deixaria de comparar – Eu sou eu, você é você, e o Dado Dollabela é ele mesmo. Ninguém é igual. Por que então comparar a sua vida com a dos outros? Comparações são fontes de ansiedade e frustração. Assuma quem você é e não se preocupe com os outros. Se a sua melhor amiga vai se casar, bom para ela. A felicidade dela não precisa ser sua tristeza, nem razão de você correr para se casar para não "ficar para trás".

2. Investiria em mim mesmo – Questão de inteligência. Se quero atrair um bom partido, eu mesmo tenho que ser um. Além do mais, quando eu invisto em mim mesmo, aprendo a me valorizar. Quem tem alta autoestima não vai aceitar ser usado ou tratado de qualquer maneira, nem se contentar com qualquer um.

3. Só deixaria meu coração gostar de quem minha mente aprovasse – O coração não pensa, só sente. E por causa de sentimento, muitos se casaram e divorciaram. Portanto, antes de permitir que meu coração sinta algo por alguém, eu iria usar a minha inteligência para selecionar a pessoa cujas características fossem compatíveis comigo. Se não passasse no teste da inteligência, então meu coração estaria proibido de gostar. E fim de papo.

4. Eu iria até a pessoa – Usando a mente e não o coração, se uma candidata em potencial aparecesse, eu iria até ela ao invés de ficar esperando que viesse até mim. (Faria o mesmo se eu fosse uma mulher; é questão de fé.) Conversaria, procuraria ver se tem futuro, e se visse que não, seria sincero e cortaria logo. A vida é curta demais para se enganar e enganar a outros.

OBS DE JULIANA MENI: Eu particularmente não acho que a mulher tenha que ir atrás do homem de interesse, mas observar, e demonstrar interesse de forma discreta. Se ela está orando, pedindo orientações e confirmações a Deus, diante do interesse do rapaz ela pode permitir-se ser investida, e conhecer como amigo até gerar confiança e ter certeza de que um relacionamento amoroso seria válido numa visão muito além dos sentimentos. 
Hoje em dia as mulheres estão muito fáceis, e na primeira investida já estão se envolvendo... 

5. Eu recorreria ao melhor casamenteiro de todos – Deus. Afinal, foi Ele que me criou assim, com essa necessidade de ter outra metade. Então, eu jogaria o problema de volta para Ele. Faria como Abraão quando buscou esposa para Isaque. Tiro certeiro. Não tem como errar. Afinal, o verdadeiro amor nasce da fé. Por isso, a fé é o caminho mais certo para encontrar a pessoa que vai fazê-lo feliz. Essa seria a minha garantia."


Nenhum comentário:

Postar um comentário