segunda-feira, 1 de maio de 2017

Namoro Saudável

Resultado de imagem para namoro cristao

Um fenômeno infelizmente muito comum entre casais de namorados é o afastamento e isolamento relação à comunidade eclesiástica. Talvez ao pensarem em ter um tempo juntos os casais entendam que isto só é possível se afastando dos outros. Hoje vamos entender um pouco mais esse fato e buscaremos entender se ele é benéfico ou pernicioso para a vida do casal.

Existe uma ideia equivocada acerca do que é a convivência de um casal na dinâmica cotidiana do namoro. O mundo contaminou a igreja com a idéia de que o casal precisa de privacidade e que isso significa que ambos devem ter uns longos tempos sozinhos. É claro que um tempo de qualidade juntos é fundamental para vocês se conhecerem e amadurecerem a relação. No entanto é importante estabelecer um equilíbrio e conciliar a isso o contato com amigos e a família.

O namoro sem comunhão pode gerar uma série de problemas que podem comprometer o namoro e até um futuro casamento:

• Perda de referências e bons conselhos que podem ser recebidos.

• Perda do compartilhamento de experiências com outras pessoas que namoram, estão casadas ou já namoraram.

• Tendência a cair na carnalidade pelo sentimento de impunidade gerado pelo excesso de isolamento.

• Desgastes excessivos e prematuros na relação, fruto de uma convivência acima da ideal nesse período.

• Perda da possibilidade de buscar a Deus de uma forma mais coletiva e participativa, o casal que não se policia muito tende a buscar cada vez menos a Deus ou só um busca.

Podemos de uma maneira bem estratégica alcançar o equilíbrio privacidade no namoro e comunhão, vai aí algumas dicas:

• Busquem estabelecer amizade com outros casais de namorados cristãos e façam programações com eles.

• Aproximem-se do casal que os acompanha no namoro, explorando todas as possibilidades que essa relação pode ter para beneficiá-lo.

• Deixem a família participar ativamente do namoro e de suas programações

• Busquem namorar em locais públicos e de alta circulação, evitem lugares solitários como quarto de um dos dois ou carros.

• Busquem não deixar de se envolver em ministérios na igreja, se eram de ministérios diferentes, tentem se possível passar a se envolver no mesmo ministério ou prestigiar o de ambos.

No fundo não há segredo: Busquem não mudar o contato que vocês tinham com o mundo antes de namorarem!

"Oh! Quão bom e quão suave é que os irmão vivam em comunhão!”
(Salmo 133:1)

Fonte: Blog Ministério dos namorados da Lagoinha (IBL)

Nenhum comentário:

Postar um comentário