sexta-feira, 21 de julho de 2017

PECADOS DE ESTIMAÇÃO

Resultado de imagem para GIF ASSUSTADA

Queridos,

Através dessa mensagem desejo que haja uma reflexão profunda a respeito daquelas áreas que tem sido tropeço em nossa vida. 

É bem verdade que todos nós temos tendências pecaminosas, "pecados de estimação", e não podemos jamais nos considerar superiores achando que o pecado do nosso irmão é maior ou pior. Isso porque para Deus não há pecadinho ou pecadão porque a intenção é a mesma. 

Independente de qual seja o nosso pecado, devemos nos arrepender, reconhecer nossa dependência de Deus e estarmos certos de que não podemos vencer sozinhos. Muitas vezes quando estamos nessa guerra, quase sempre temos a impressão de que Deus não está nos ouvindo e aí desistimos de buscar nEle a ajuda necessária. Aí lutamos com a nossa própria força e perdemos de novo. Não podemos entristecer o Espírito Santo! Essa deve ser nossa maior preocupação, e a partir daí reconhecer o que nosso pecado tem gerado, e então de fato buscarmos alimentar o espírito para VENCER a carne.

Todos os dias precisamos vencer nossos pecados e é necessário darmos uma atenção especial àqueles que são corriqueiros. Precisamos ter o hábito de confessar os nossos pecados ao Senhor e há situações em que para ENCERRARMOS O CICLO de pecado precisamos compartilhar com alguém de confiança que possa nos acompanhar, aconselhar e nos instruir passo a passo, se sozinhos não obtivermos êxito.

Alguns pecados interferem diretamente no Corpo de Cristo mais gravemente quando se trata se alguém que possui cargos eclesiásticos por exemplo. Em caso de descoberta do pecado, além da vergonha pessoal, familiar e dos amigos, existe o problema do escândalo, enfraquecimento da igreja quando os membros não são tão maduros na fé, etc.

Por isso, especialmente esses casos de reincidência dos mesmos pecados, a pessoa deve:

🛑 Buscar ajuda com o Pastor direto, confessando os pecados e pedir para se isentar das responsabilidades ministeriais por um período, com objetivo de foco para se reestruturar espiritualmente e emocionalmente;

🛑 Se cuidar SENDO MINISTRADO estreitando a aliança com Deus, estudando o assunto do seu pecado de forma mais aprofundada, procurando colocar em prática cada aprendizado, atentando especialmente às exortações;

🛑 Realizar cursos com base cristã e que possam contribuir nesse processo como, por exemplo, o "Celebrando a recuperação", "Homem ao máximo", "Mulher única" que são muito bem estruturados, e têm em várias igrejas batistas e em outras denominações também;

🛑 Terapia é um recurso importante e por vezes,  fundamental quando o autocontrole e domínio próprio relacionados ao pecado estão precisando de auxílio profissional. Nesse caso aconselha-se suporte profissional com vistas a, emergencialmente, ajudar a identificar os sinais que levam ao erro, e auxiliar no processo de criação de estratégias de combate. A terapia, o início de um processo terapêutico pode contribuir não apenas como um "recurso emergencial a curto prazo". O processo pode reverter também em ganhos  a longo prazo, pois, além dos fatores diretos do problema, muitos outros interligados poderão aparecer no processo terapêutico, tendo a oportunidade de ser trabalhados/ tratados. Cabe aqui salientar a importância de recorrer a profissionais indicados e que confirmem a legalidade do seu registro junto do Conselho Regional de Psicologia.

Tome uma atitude se você quer um novo rumo pra sua vida! Busque ajuda! Novos resultados somente são conquistados com investimentos diferentes! Pense nisso!


Texto de:
Juliana Meni

Luciene Pena

Nenhum comentário:

Postar um comentário